Viagens às Caraíbas - Ofertas no caribe

Descubra as melhores ofertas a partir de Mexico

Ofertas de viagens às Mexico Reserve as suas férias nas Mexico com as melhores ofertas em tudo incluído
Riu Lupita

Riu Lupita

Riviera Maya

Data de início de viagem: 22/12/2019 9 dias e 7 noites
A partir de 1.350 €
Riu Yucatan

Riu Yucatan

Riviera Maya

Data de início de viagem: 22/12/2019 9 dias e 7 noites
A partir de 1.670 €
Riu Dunamar

Riu Dunamar

Riviera Maya

Data de início de viagem: 22/12/2019 9 dias e 7 noites
A partir de 1.730 €
A atualizar os resultados
A atualizar os resultados
A atualizar os resultados
A atualizar os resultados
A atualizar os resultados
A atualizar os resultados
A atualizar os resultados
A atualizar os resultados

À descoberta do México

Atreva-se a provar comidas exóticas, a viver todo o tipo de coloridas tradições e admirar todos os recantos deste bonito país, o México irá surpreende-lo com novas experiências.

"${#image.resize(offer.image,280,200)}"

É lar de edifícios históricos e de um mar intensamente azul, rodeado por espaços naturais impressionantes e com uma grande riqueza cultural. Fazendo deste destino um local perfeito para a aventura, a diversão e o descanso.

A sua dinâmica e as suas incríveis e antigas tradições seduzem os visitantes. A suas cidades oferecem uma intensa vida cultural, sabores únicos, cores e paisagens. No México, o passado ganha vida em cada história contada e reinventa-se com novas tradições.

Ficará surpreendido com as experiências que o país lhe oferece. Faça do México o destino das suas próximas férias e desfrute de umas férias cheias de magia, cor e aconchego.

Riviera Maya

A Riviera Maya encontra-se na zona oriental da Península do Yucatán, de Puerto Morelos à Reserva da Biosfera de San Ka’na. Com os seus 130 km de comprimento sobre o Mar das Caraíbas, é um destino turístico completo e de grande nível.

Encontraremos complexos hoteleiros, enclaves Maias, Playa del Carmen, gastronomia local, parques temáticos, atividades no mar (pesca ou mergulho), Cozumel, inúmeros campos de golf, restaurantes luxuosos, spas exclusivos, centros comerciais…dão-lhe a possibilidade de alternar dias de tranquilidade e praia com atividades fora do seu hotel, e tudo isto com a amabilidade e serviço mexicanos. Uma escolha magnífica para as suas férias.

O que devo saber antes de viajar ao México?

Dados e informações úteis para quem viaja ao México.

  • Documentação

    Para estadias inferiores a 90 dias, passaporte português com validade mínima de 6 meses a contar da data de entrada no país e bilhete de regresso. Os cidadãos de outras nacionalidades deverão consultar os requisitos de entrada na Embaixada do México.

  • Distâncias

    De Cancún a Playa del Carmen: 68 Km
    De Mérida a Izamal: 72 Km
    De Mérida a Uxmal: 80 Km
    De Cancún / Playa del Carmen a Tulum: 131 Km / 63 Km
    De Cancún / Playa del Carmen a Chichén Itzá: 178 Km / 214 Km
    De Cancún / Playa del Carmen a Mérida: 307 Km / 359 Km

  • Tempo

    Cancún e a Riviera Maya têm um clima tropical ameno com uma temperatura média anual de 28ºC, podendo aproveitar-se a praia durante todo o ano.

  • Eletricidade

    A corrente elétrica é de 110 volts, mas é de 220 volts em praticamente todos os hotéis. É necessário um adaptador para tomadas de ficha plana.

  • Saúde

    Não existe convénio com a Segurança Social e a saúde é privada. Aconselha-se a levar os medicamentos básicos para evitar comprá-los nas zonas hoteleiras devido ao seu preço elevado. Recomenda-se o consumo de água engarrafada.

  • Moeda

    A moeda oficial é o peso mexicano, dividido em 100 centavos. A maioria dos cartões de crédito é aceite. Aconselhamos a levar euros e trocar para a moeda local no destino.

  • Taxas

    À saída do país deverá ser paga uma taxa (imposto migratório) de 55€ ou o seu equivalente em pesos mexicanos (não está incluída no preço da viagem e está sujeita a alterações sem aviso prévio).

Cultura Mexicana

O mundo Maia e Azteca, as pinturas rupestres e as esculturas encenam a cultura mexicana. Uma atração turística deste país que nos transporta a tempos passados.

Quer se entenda a cultura como o resultado de cultivar conhecimentos humanos ou como o conjunto de modos de vida e costumes de uma época ou grupo social, o México abre-lhe as portas para que o possa desvendar.

Com mais de 7.500 anos de existência, no México pode perder-se na tradição e história Olmeca, Maia e Azteca. Descobrir como, depois de 2.700 anos de vida, se derrubou a civilização indígena em apenas 2 anos de guerra contra a Coroa de Castela no seu desejo de conquistar o Novo Mundo, que mais tarde seria chamado de Nova Espanha. Refletir sobre a razão pela qual, depois de uma longa luta pela independência do povo mexicano, apareceu uma ditadura, entrando no período do Porfiriato de três décadas e desembocando numa revolução que levaria a 80 anos de uni partidarismo. Ao visitar o México poderá viver na primeira pessoa a mudança de rumo que o país sofreu desde o ano 2000 depois da restauração da democracia.

Uma das artes mais importantes na cultura mexicana é a pintura. Das incríveis pinturas rupestres da Cueva del Ratón na península da Baixa Califórnia, passando pelos códices aztecas e pelas atordoadas pinturas de murais, onde a sociedade e a vida indígena da época pré-colombiana são capturadas, até à arte colonial e dos últimos séculos. Deve-se dar ênfase ao período colonial, uma vez que depois da chegada dos espanhóis, a cristianização e, consequentemente, a mestiçagem, nasceu uma nova pintura do encontro entre dois mundos, o indígena e o espanhol. Podemos destacar o pintor Rodrigo de Cifuentes, ou Alonso Vásquez e Juan de Ruá. Foi entre meados do século XVII e o seu final que o Renascimento entrou no México pela mão de Alonso Barruguete, Pedro de Villegas e Gaspar Becerra, entre outros. Dos dois séculos seguintes é preciso destacar a Academia de São Carlos, instituição que unia os mestres de referência espanhóis com os artistas mexicanos. Foi também aqui que se propagaram as diferentes correntes que existiam na época da Independência, transformando-a num local de debate entre pintores educados e regionais. Os artistas mais notáveis desta época foram Hermenegildo Bustos e José María Estrada, cujas obras baseadas nos temas de interesse do momento foram o fundamento para as correntes que triunfaram no século XX. Este último século caracteriza-se pelo boom que sofreram as artes plásticas, graças, em grande medida, à Revolução Mexicana. Daqui destacam-se os muralistas da craveira de Diego Rivera ou José Clemente Orozco e outros pintores como Frida Kahlo, Rufino Tamayo e Gabriel Fernández Ledesma.

A literatura mexicana abarca uma grande parte das obras escritas no idioma castelhano. Definindo o seu percurso na época da crioulização após a chegada dos colonizadores, até aos nossos dias, falamos de personalidades de grande peso como Carlos de Sigüenza y Góngora ou Luis Sandoval da época Barroca; José Joaquim Fernández de Lizardi, símbolo da “Picaresca” mexicana; os poetas modernos Manuel Gutiérrez Nájera ou Amado Nervo; Rodolfo Usigli, Rosario Castellanos ou Ricardo Pozas durante a Revolução Mexicana e a literatura nacionalista; e outras correntes como os contemporâneos. Não podemos esquecer o Prémio nobel da Literatura em 1990, Octavio Paz.

No que diz respeito à escultura, o México é rico e diverso. Podemos encontrar marcos da época pré-hispânica como as Colossais Cabeças Olmecas; os Atlantes de Tula, monumentos monolíticos da cultura tolteca; o famoso Calendário Azteca; a Estátua de Tlaloc; a popular Pirâmide de Kukulkan e a descida da cabeça de Kukulkan duas vezes por ano, a Estátua Equestre de Carlos IV; o Anjo da Independência e Diana Caçadora, a seta das Estrelas do Norte.

Atualmente no México, a religião predominante é a católica, o que faz com que os festejos e tradições girem à sua volta. Preservando o seu legado histórico, os festejos mais importantes são: o Dia de Reis, a Páscoa, o Dia da Independência, o Dia dos Mortos, a Revolução Mexicana, a Virgem Guadalupe, as Posadas, o Natal, as Pastorelas e a Charreada.

Gastronomia Mexicana

Variedade, cor e sabor é o que nos oferece a gastronomia mexicana. Comidas exóticas e bebidas espirituosas que nos prendem desde o primeiro dia.

México , espere um paraíso de sabores por trás de cada prato. A cor, a diversidade e o prazer são também os protagonistas dos paladares dos viajantes. Desde 2010, a gastronomia mexicana é Património da Humanidade pela UNESCO, transformando-se num complemento essencial da experiência do país.

Não esquecendo que a alma da comida mexicana é determinada pela riqueza e diversidade de cada uma das regiões do país, devemos estabelecer os pilares culinários por bandeira, a tríade de culturas: o milho, o pimentão e o feijão. Estes ingredientes estão permanentemente presentes nos pratos típicos em todas as suas formas de preparação e variedade. Outro ingrediente que se deve referir é o chocolate, elemento divino para os Maias.

Tão importante como a comida é a bebida. A tequila, a bebida alcoólica por excelência é reconhecida como licor nacional, dotada de denominação de origem em cinco estados do país. Além disso também encontramos o mezcal e o tepache.

À medida que vamos explorando o quotidiano do país, vamos descobrindo o México mais tradicional, saboreando os seus guisados temperados, os tacos, o pozole, as enchiladas ou o guacamole entre outras delícias.

O que fazer no México?

Variedade, cor e sabor é o que nos oferece a gastronomia mexicana. Comidas exóticas e bebidas espirituosas que nos prendem desde o primeiro dia.

PRAIAS DO MÉXICO

De sul a norte, o México vai surpreendê-lo com a sua costa de areia fina e águas de um azul intenso, ideais para desfrutar do bom tempo, descansar debaixo de uma palmeira, praticar desportos náuticos... Das paradisíacas Caraíbas mexicanas, ao Golfo do México e às praias do Pacífico, o país conta com praias impactantes e encantadoras localidades costeiras. Não deixe de visitar Playa del Carmen, Xcalacoco, Baja California e as Islas Maristas. Ver praias do México

A NATUREZA DO MÉXICO

O México encerra no seu interior cerca de 10 por cento da flora e fauna que se encontra no mundo. Percorra o escarpado Cañón del Sumidero e contemple a sua grande riqueza natural, deixe-se seduzir pelas Cascatas de Água Azul de Chiapas ou pelos arcos de pedra que emergem do mar no Cabo San Lucas. Ver a natureza do México

CIDADES PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

Sabia que o México é o país latino-americano com maior número de cidades classificadas pela UNESCO? Campeche, Cidade do México, Guanajuato, Morelia, Oaxaca, Puebla, Querétaro, San Miguel de Allende, Tlacotalpan, Zacatecas são cidades declaradas Património da Humanidade. Ver cidades Património da Humanidade

COMIDA MEXICANA

Enchiladas, tacos, fajitas, burritos... diferentes tipos de tortilhas de farinha de milho, de trigo com ou sem feijões, enroladas ou mesmo fritas são omnipresentes nas cozinhas do país. O recheio é protagonista e costuma levar carne de frango, de porco ou de vitela, acompanhado de saborosos (e alguns muito picantes) molhos. A comida mexicana ultrapassou fronteiras e podemos desfrutá-la em todo mundo, sobretudo, as suas habituais empanadas, totopos (nachos) ou as suas quesadillas. Outro prato comum e menos internacional é o pozole, um caldo feito com um tipo de milho local chamado cacahuanzintle ao qual se acrescenta carne de porco ou frango e que pode, como quase tudo no México, ser muito picante. Não menos importantes são as suas bebidas nacionais por excelência, a tequila e o mezcal. Ambas procedem do agave ou maguey; a tequila, exclusivamente do agave azul e o mezcal da combinação de diferentes agaves. Ver comida mexicana

CULTURA MEXICANA

Passado constituído por marcas da época colonial, influências da América do Norte e por grupos de indígenas. Esta colorida fusão compõe um país eminentemente urbano, já que a maioria da população habita em cidades como a Cidade do México, Guadalajara e Monterrey, ainda que conte com uma espetacular riqueza natural e praias invejáveis que atraem milhões de turistas todos os anos.

A sua cultura mantém essa raiz tradicional e por todo o país celebram-se variadas festividades. Uma das mais famosas é a que é dedicada aos mortos nos primeiros dias de novembro. Segundo a crença popular, os mortos voltam para viver a festa junto aos vivos. Longe da solenidade e do respeito com que outras sociedades tratam este tema, os mexicanos fazem-no com diversão, sempre acompanhados de comida, bebida e música. Não menos importantes são as suas bebidas nacionais por excelência, a tequila e o mezcal. Ambas procedem do agave ou maguey; a tequila, exclusivamente do agave azul e o mezcal da combinação de diferentes agaves. Ver cultura mexicana